Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Bola Verde’ Category

bolava

Todo campeonato que o Palmeiras participa tem o Bola Verde, prêmio que o IPE concede ao melhor atleta ao longo da competição. Para a Copa do Mundo, decidimos fazer igual, e assim apresentamos orgulhosamente o Bola Verde-Amarela, que brevemente deixará a Bola de Ouro no chinelo (não, não falamos do Valdivia) e passará a ser o prêmio mais cobiçado pelos jogadores do Brasil.

Como vai funcionar? Simples: será baseado nas notas que os atletas receberem a cada pós-jogo.

Os jogos da primeira fase (e eventual disputa de terceiro) têm peso 1, o mata-mata terá peso 2 e a final terá peso 3. Além disso, só participam jogadores que atuarem no mínimo quatro vezes e, acima de tudo, só há premiação se o Brasil chegar às quartas; ou seja, passar por La Roja neste sábado.

Então, família Scolari II, esqueça essa taça que até aquele goleiro espanhol levantou e lute por essa. Afinal, é destinada exclusivamente a quem é brasileiro, com muito orgulho, com muito amoooooooooooooooooooooooor…

 

Read Full Post »

bola-verde

A partir de hoje, nossos craques Alan Kardec, Valdivia e Mazinho começam a se estranhar. Um não passará mais para o outro, cada qual querendo aparecer mais que os colegas.

Afinal, eles já sabem que a estrela que brilhar mais será agraciada com o Troféu Bola Verde, a premiação que elege o melhor atleta palmeirense a cada competição baseada nas médias das avaliações que fazemos a cada partida – e que também aponta os craques eleitos pelos leitores nas enquetes pós-jogo.

Será a segunda edição referente à Copa do Brasil – em 2012, o Palmeiras campeão teve como destaque Thiago Heleno, e em 2013 a eliminação prematura abortou a premiação. Isso pode acontecer de novo – mas quem acredita em fiasco?

Sem mais, essas são as regras para participação:

- partidas das três primeiras fases têm peso 1. E se cairmos numa delas não há prêmio.

- oitavas e quartas-de-final têm peso 2. Se cairmos nelas, o jogador tem que ter atuado em ao menos metade destes jogos e mais dois de peso 1.

- semifinais e decisão têm peso 3. Se chegarmos lá, os atletas têm que jogar no mínimo uma partida de peso 3 e duas de peso 2.

E é isso. Esperamos que todos empatem com notas 10, e que tenham o mesmo destino de Thiago Heleno. Não necessariamente pelo que jogaram depois, mas por saírem do clube com o título de campeão da Copa do Brasil. Avanti Palestra!

Assunção levanta a taça que ficou com Thiago Heleno

Assunção levanta a taça que ficou com Thiago Heleno

Read Full Post »

Quem será o primeiro craque do centenário?

Disputa acirrada!

Passada mais da metade da primeira fase, é chegada a hora da primeira parcial do Troféu Bola Verde IPE  – Paulistão 2014.

Para o Paulista deste ano, as regras estipuladas foram as seguintes:

  • As partidas da primeira fase têm peso 1, com exceção dos clássicos (SCCP, SPFC e SFC) que têm peso 2. As quartas e semi-final têm peso 2, e a grande final peso 3;
  • Só haverá premiação se a equipe avançar para a fase mata-mata;
  • Aqui, a novidade. Agora, o jogador precisa obrigatoriamente atingir 40% de participação no campeonato, valendo os mesmos pesos que damos para clássicos e jogos de fase final. Queremos evitar que um jogador que “coincidentemente” tenha ficado de fora de todos os clássicos e jogos decisivos (você sabe de quem falamos) leve o troféu. Por isso, pegar o Corinthians tem peso 2, enquanto o Atlético Sorocaba tem peso 1.

Sem mais delongas, segue a classificação até o momento:

Pos.  Jogador  Média
1  Fernando Prass  8,05
2  Alan Kardec  7,64
3  M.Oliveira  7,55
4  Mendieta  6,92
5  M.Gabriel  6,83
6  Lúcio  6,70
7  Wesley  6,65
8  Wellington  6,57
9  Diogo  6,50
10  Wendel  6,35
11  Valdivia  6,29
12  França  6,17
13  Juninho  5,60
14  Leandro  5,25
15  Mazinho  5,20

*Jogadores com menos de 40% de participação não aparecem nesta relação. São os casos, por exemplo, de William Matheus, Felipe Menezes e Serginho.

A próxima parcial será divulgada ao final da primeira fase. O resultado final será divulgado ao final do certame, juntamente como o resultado da “Escolha do Leitor”, baseado em nossas enquetes pós-jogo.

Read Full Post »

Quem será o primeiro craque do centenário?

Quem será o primeiro craque do centenário?

Ano novo, nova disputa! O troféu Bola Verde IPE, premiação iniciada em 2012, vai para o terceiro ano de existência, desta vez para premiar os craques do centenário alviverde. O primeiro troféu em disputa este ano é o do Paulistão 2014.

Este prêmio tem por objetivo reconhecer o esforço e talento, ainda que o Verdão fique pelo caminho no que estiver disputando, dos jogadores com melhor avaliação durante os campeonatos que o Palmeiras participa no ano, baseado nas notas dos nossos pós-jogos.

Para cada campeonato as regras procuram valorizar tanto a regularidade quanto os grandes jogos. Afinal, os craques são aqueles que resolvem quando é mais necessário, mas não somem quando a partida é mais simples. Para este ano, algumas mudanças nas regras em relação a 2013:

  • As partidas da primeira fase têm peso 1, com exceção dos clássicos (SCCP, SPFC e SFC) que têm peso 2. As quartas e semi-final têm peso 2, e a grande final peso 3;
  • Só haverá premiação se a equipe avançar para a fase mata-mata;
  • Aqui, a novidade. Diferente dos anos anteriores quando era necessário participar de 40% de quaisquer partidas para estar habilitado ao troféu, a partir deste ano o jogador precisa obrigatoriamente atingir 40% de participação no campeonato, e a presença dos jogadores nos clássicos  e eventuais jogos da fase final terão os mesmos pesos atribuídos às notas. Assim, evita-se que um jogador que “coincidentemente” tenha ficado de fora de todos os clássicos e jogos decisivos leve o troféu. Explicando: supondo que avancemos até a final, um jogador para estar apto a concorrer ao troféu precisará ter participação em 0,4 x [ 12 x 1 (jogos da primeira fase peso 1) + 3 x 2 (clássicos peso 2) + 2 x 2 (quartas e semi peso 2) + 3 x 1 (final peso 3)] = 10 jogos.

Periodicamente divulgaremos os resultados parciais da disputa. A primeira parcial será divulgada imediatamente após o Derbi (rodada 8), a segunda parcial ao final da primeira fase, e o resultado final ao final da participação do Palmeiras no certame.

Galeria dos vencedores:

Convidamos também nossos leitores a continuar votando nas nossas enquetes pós-jogos para eleição do melhor em campo. Ao fim de cada campeonato, também serão premiados os jogadores da “escolha dos leitores”.

Read Full Post »

Disputa acirrada!

Disputa acirrada!

A partir deste ano, além do já tradicional Troféu Bola Verde IPE – premiação baseada nas nossas notas pós-jogo – o blog também abriu espaço para a votação entre os leitores para eleição do destaque da Série B 2013.

A eleição foi feita a partir das enquetes publicadas no blog sempre após os jogos da equipe, nas quais os leitores podiam opinar livremente sobre o melhor jogador em campo. O critério para eleger o vencedor não tem mistério: levou o prêmio aquele que foi eleito mais vezes o melhor em campo durante todo o campeonato.

Sendo assim, após 35 enquetes (sim, “falhamos” em 3 jogos), a disputa pelo prêmio “Escolha dos Leitores” acabou empatada! Os grandes vencedores, eleitos os melhores em campo em 6 oportunidades cada, foram Wesley e Fernando Prass (que também faturou o Troféu Bola Verde IPE).

Parabéns a ambos, fundamentais na campanha que recolou o Palmeiras em seu lugar de direito.

Abaixo, segue a classificação final completa.

Pos. Jogador Indicações Adversários
1 Wesley 6 América-RN (t), Paraná (t), Sport (r), Oeste (r), ABC (r) e Bragantino (r)
Fernando Prass 6 Icasa (t) (r), América-RN (r), Guaratinguetá (r), São Caetano (r) e Boa (r)
2 Valdivia 5 Figueirense (t), Bragantino (t), Ceará (t), Avaí (r) e Joinville (r)
Alan Kardec 5 São Caetano (t), Atl-GO (r), Asa (r), Figueirense (r) e Ceará (r)
3 Leandro 3 Asa (t), Avaí (t) e Paraná (r)
4 Mendieta 2 Paysandu (t) e Chapecoense (t)
Luís Felipe 2 Boa (t) e América-MG (r)
5 Charles 1 Atl-GO (t)
Henrique 1 Sport (t)
Vilson 1 Joinville (t)
Fábio 1 Paysandu (r)
Eguren 1 Chapecoense (r)
Ayrton 1 América-MG (t)

Legenda: (t) = turno ; (r) = returno.

Nota: ficaram de fora por falha do blog as partidas contra Oeste, Guaratinguetá e ABC, todas do primeiro turno.

Read Full Post »

Esse é meu e ninguém tasca!

Esse é meu e ninguém tasca!

Até que enfim a série B terminou, e com ela chega ao fim mais uma disputa pelo Troféu Bola Verde IPE.

Para a série B, as regras estipuladas foram as seguintes:

  • Para que um jogador concorra ao prêmio, é obrigatório que participe de ao menos 40% das partidas da equipe no campeonato (16 jogos).
  • Diferente das edições anteriores, não haverá peso para partidas específicas. As notas finais de cada jogador serão as médias simples das notas dos jogos.

E após longas e cansativas trinta e oito rodadas, o grande vencedor é Fernando Prass, com média 7,71. Parabéns ao arqueiro, que com muita segurança e defesas difíceis, garantiu o troféu.

Abaixo, segue a classificação final completa.

Pos. Jogador Média
1 Fernando Prass 7,71
2 Valdivia 7,42
3 Wesley 6,78
4 Mendieta 6,76
5 Alan Kardec 6,63
6 Luís Felipe 6,62
7 Leandro 6,38
8 Serginho 6,29
9 Márcio Araújo 6,22
10 Ananias 6,14
11 André Luiz 6,13
12 Henrique 5,91
13 Charles 5,88
14 Juninho 5,71
15 Felipe Menezes 5,70
16 Vinícius 5,46

Vale lembrar que somente concorrem os jogadores que tenham participado de pelo menos 40% das partidas disputadas pela equipe. Por isso, jogadores como Ronny, Eguren e Marcelo Oliveira não aparecem na classificação, apesar de alguns deles terem médias superiores a alguns da relação acima.

O IPE espera que este tenha sido o primeiro e último troféu bola verde concedido a um craque da série B. A premiação voltará em 2014, contemplando os craques do Paulistão, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

Read Full Post »

Quem será o craque da vez?

Reta final!

Faltando apenas 8 rodadas para o fim do purgatório, é chegada a hora da terceira (e última) parcial do Troféu Bola Verde IPE  – Série B 2013.

Para a série B, as regras estipuladas foram as seguintes:

  • Para que um jogador concorra ao prêmio, é obrigatório que participe de ao menos 40% das partidas da equipe no campeonato (16 jogos).
  • Diferente das edições anteriores, não haverá peso para partidas específicas. As notas finais de cada jogador serão as médias simples das notas dos jogos.

Sem mais delongas, segue a classificação até o momento:

Pos. Jogador Média
1 Valdivia 7,75
2 Fernando Prass 7,59
3 Luís Felipe 6,83
4 Wesley 6,77
5 Mendieta 6,76
6 Vilson 6,67
7 Alan Kardec 6,65
8 Serginho 6,62
9 Ananias 6,35
10 Leandro 6,32
11 André Luiz 6,04
12 Márcio Araújo 5,96
13 Henrique 5,70
14 Charles 5,69
15 Juninho 5,62
16 Felipe Menezes 5,58
17 Vinícius 5,55

Vale lembrar que somente concorrem os jogadores que tenham participado de pelo menos 40% das partidas disputadas pela equipe. Por isso, jogadores como Ronny, Fernandinho, Eguren e Léo Gago não aparecem na classificação, apesar de alguns deles terem médias superiores a alguns da relação acima.

O resultado final será divulgado ao final do certame, juntamente como o resultado da “Escolha do Leitor”, baseado nas nossas enquetes pós-jogo.

Read Full Post »

Older Posts »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 44 outros seguidores