Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Atlético-MG’

a velha mística do ex-jogador

3 estocadas na esperança da permanência na série A 2013, o resultado do jogo contra o Atlético-MG pode ter sido a pá de cal na sepultura alviverde no Brasileirão 2012. Ainda há esperança, restam 15 jogos em que se pode marcar 45 pontos, difícil é acreditar.

No primeiro tempo os dois times estavam com os ânimos exaltados, o safado juiz colaborou para o nervosismo e a pancada comeu solta, pouco futebol e muitas faltas, muitos encontrões exagerados, teve confusão com basicamente todos, até o goleiro alvinegro se engalfinhou com Obina. O empate em zero foi justo, cada time teve uma chance devidamente desperdiçada e até ali parecia ser difícil alguém desvirginar o placar. Parecia.

Na segunda etapa Cuca deu um baile em Felipão, o time mineiro fez duas alterações no intervalo e voltou completamente mudado, num chute cruzado que iria para fora sem questionamento algum, Bruno fez questão de por a mão na bola, Ronaldinho bateu e a mística entrou em campo: 1×0, Leonardo Silva. Pronto, foi a senha para o fim do jogo alviverde, o Palmeiras poderia jogar mais 3 semanas, sem intervalo, que não marcaria o gol de empate. Muito menos os outros 2 que Bernard, aquele que estava suspenso e conseguiu efeito suspensivo NO DOMINGO, faria logo mais.

Vamos aguardar a reação do elenco no próximo jogo, mais uma derrota pode sacramentar de vez o rebaixamento, uma vitória contra o Vasco, que fez o papel PATÉTICO de perder de 4×0 pro Bahia, talvez traga o time de volta à guerra contra a degola, não dá pra sequer imaginar o que vem por ai, o futuro do Palmeiras está entregue ao destino, esses caras que envergam o manto da S.E Palmeiras não são dignos de confiança, mas não podemos entregar os pontos, não enquanto for matematicamente possível.

Vamos às notas:

Não dá pra avaliar qualquer um desses jogadores, nada que apresentassem poderia ser capaz de algo diferente do zero, na situação em que o time está, tomar de 3 é ridículo, não importa quem seja o adversário.

Melhores Momentos:

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 X 0 PALMEIRAS

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data/ Hora: 9/9/2012 – 18h30
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Renda/ público: R$601.235 / 18.033 pagantes
Cartões amarelos: Thiago Heleno 13′/1ºT, Valdivia 21′/1ºT e Artur 13′/2ºT (PAL); Guilherme 14′/1ºT e Pierre 45′/2ºT (ATL)
Cartão vermelho: -
Gols: Leonardo Silva 7′/2T (ATL), Bernard 38′/2T e Bernard 47′/2T (ATL)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Rafael Marques e Junior Cesar; Pierre, Leandro Donizete (Escudero/intervalo), Danilinho (Leonardo/intervalo) e Ronaldinho Gaúcho; Bernard e Guilherme (Serginho 29′/2T). Técnico: Cuca.

PALMEIRAS: Bruno; Artur (Márcio Araújo 16′/2T), Leandro Amaro, Thiago Heleno e Juninho; Correa, João Vitor (Patrik 39’2T), Tiago Real (Maikon Leite 16′/2T) e Valdivia; Luan e Obina. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Read Full Post »

De moral renovada pela boa vitória no meio de semana, mas ainda em situação delicada, o Palmeiras tem pela frente um oponente que fará de tudo para tentar retomar a liderança do campeonato.

Horário e local: domingo, 09/09, as 18:30, no estádio Independência (Sportv/PPV).

Árbitro: será Leandro Pedro Vuaden, cujo histórico registra 16 jogos, com 4V/6E/6D. A última vitória palestrina com ele no apito aconteceu há 2 anos e foi em casa:

2012 – 1×3 Botafogo (SA, f) 1×1 Vasco (BR, c) / 1×2 Sport (BR, f)

2011 – 1×1 Vasco (BR, c) / 1×1 Cruzeiro (BR, c) / 0×2 Vasco (SA, f) / 0×0 Flamengo (BR, c) / 0×6 Coritiba (BR, f)

2010 – 2×0 Atl-MG (SA, c) / 0×0 Vasco (BR, c) / 0×2 Vitória (SA, f)

2009 – 2×1 Flamengo (BR,f) / 3×1 Cruzeiro (BR, c)

2008 – 0×0 Náutico (BR, f) / 0×1 Botafogo (BR, f) / 3×1 Fluminense (BR, c)

Desfalques/Reforços: D.Carvalho, Román e Patrik estão liberados para os treinos, mas só o último foi relacionado para a partida. Continuam entregues ao DM apenas os jogadores que passaram por cirurgias: Assunção, Wesley e Fernandinho. Barcos, servindo a seleção Argentina, e Henrique, suspenso, desfalcam a equipe. Maurício Ramos não foi relacionado e também fica de fora.

Pendurados: Artur, Thiago Heleno, Araújo, J.Vitor, D.Carvalho, Luan e Obina. Próxima partida: Vasco (fora).

Previsão IPE: Bruno; Artur, Amaro, T.Heleno e Juninho; Corrêa, J.Vitor, Tiago Real e Valdivia; Luan e Obina.

Bola verde IPE: Artur continua na liderança, com média 5,58.

Destaques/Atl-MG: Bernard, suspenso pelo STJD, Réver, servindo a seleção brasileira, e Danilinho e Jô, lesionados, ficam de fora. Em compensação, Ronaldinho Gaúcho e Júnior César retornam após cumprirem suspensão. A provável escalação do galo para a partida deve ter Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Rafael Marques e Júnior César; Pierre, Richarlyson, Escudero e Ronaldinho Gaúcho; Guilherme e Leonardo.

Ex-palmeirenses no Atlético-MG: o zagueiro Leonardo Silva e o volante Pierre.

Palpite IPE: 1×1 – Palmeiras abre o placar com Valdivia e o galo empata com Guilherme.

Última vitória no local do jogo: foi pela CB1996 – 2×1 – gols de Luizão (2) para o Palmeiras e Leandro para o galo.

Última derrota no local do jogo: foi pelo BR1999 – 0×2 – gols de Guilherme e Belletti.

Histórico: Palmeiras e Atlético já se enfrentaram 7 vezes no estádio Independência, e a vantagem é palestrina, com 3V/2E/2D. no retrospecto geral e em brasileiros, a vantagem também é esmeraldina.

GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO
J V E D GP GC J V E D GP GC
66 36 10 20 98 71 41 22 5 14 52 43

O IPE se lembra: pela semi-final da extinta Copa Mercosul, em 2000, o Palmeiras foi à BH e trouxe a vitória para casa – 2×0 – gols de Tuta e Juninho.

Read Full Post »

Obrigado, Palmeiras.

Não há muito o que escrever. Todo ano é o mesmo filme. O Palmeiras começa o ano bem e vai caindo, caindo, até que se perde sufocado em seus próprios problemas.

Véspera de jogo importante, polêmica atrás de polêmica, atuações pífias, notícias de que o elenco não chega a um acordo com a diretoria sobre o bicho por vitória no campeonato nacional…

Impressionante o expertise que o Palmeiras desenvolveu para se auto-sabotar.

Seja o que San Gennaro quiser na próxima quarta, e mais importante, na luta contra o rebaixamento no Brasileiro.

- Bruno: não fosse o juizão, teria tomado 3 gols, um deles numa falha – 2

- Cicinho: até quando continuará sendo titular? Não fez o menor esforço para evitar o cruzamento de Bernard – 0

- Thiago Heleno: um dos poucos a se salvar em mais essa apresentação bisonha do Palmeiras – 4

- Henrique: idem a Thiago Heleno – 4

- Juninho: nulo – 2

- Araújo: éramos felizes com Pierre e não sabíamos –  1

- Assunção: duas bolas no travessão e só – 1

- Felipe: meia atacante tendo que voltar pra marcar na cobertura do lateral que não sobe… exemplo clássico de como se queimar uma prata da casa – 4

- Daniel Carvalho: e com esse cara que vamos a campo quarta-feira? Vixe… – 0

- Luan: na marcação é muito eficiente. Já no resto todo… – 1

- Barcos: fico imaginando o que se passa na cabeça dele, vendo onde foi se meter – 4

- Maikon Leite: nulo – 0

- Mazinho: entrou em campo? – 0

- João Vitor: só temos 3 voltantes no elenco e nenhum deles presta – 1

- Felipão: perdeu a mão faz tempo e não parece nem um pouco incomodado com isso. Gasta seu tempo mais preocupado em alimentar a guerra de fofocas do clube do que fazer aquilo para o qual recebe 700 mil reais por mês. Tem que ser mandado embora o mais rápido possível – 0

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 9/6/2012, às 21h (de Brasília)
Renda/Público: R$ 214.835,00 / 7.268 pagantes
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e Carlos Henrique Selbach (RS)

Cartões Amarelos: Luan, Márcio Araújo e Henrique (PAL); Marcos Rocha, Jô e Danilinho (CAM)
Cartões Vermelhos: -
GOLS: Jô, aos 3′/2ºT (0-1)

PALMEIRAS: Bruno; Cicinho (João Vitor, 26′/2ºT), Thiago Heleno, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Daniel Carvalho e Luan (Mazinho, 17′/2ºT); Felipe (Maikon Leite, 9′/2ºT) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Marcos Rocha (Serginho, 20′/2ºT), Rafael Marques, Réver e Junior Cesar; Pierre, Richarlyson, Danilinho (Leonardo Silva, 43′/2ºT) e Ronaldinho; Bernard (Leandro Donizete, 35′/2ºT) e Jô. Técnico: Cuca.

Read Full Post »

Com a luz amarela-quase-vermelha ligada, o Palmeiras vai a campo precisando dos 3 pontos para respirar nesse início de campeonato brasileiro. Pelo lado do adversário, a estreia de Ronaldinho Gaúcho.

Horário e local: Sábado, 09/06, as 21:00, no Pacaembu (PPV)

Árbitro: será Marcio Chagas da Silva (RS), cujo histórico registra 5 jogos, com 2V/1E/2D.

2011 – 0×1 Vasco (BR, f) / 1×0 Botafogo (BR, c) / 5×1 Comercial (CB, c)

2010 – 0×2 Atlético-MG (BR, c) / 1×1 Fluminense (BR, f)

Desfalques/Reforços: Valdivia viajou ao Chile com a família e fica de fora. Artur não foi relacionado. Não há suspensos.

Pendurados: não há. Próxima partida: Vasco (c)

Previsão IPE: Bruno; Cicinho, T.Heleno, Henrique e Juninho;  Araújo, Assunção e D.Carvalho; Maikon Leite, Luan e Barcos.

Bola Verde: no momento, a liderança é de Barcos, com média 5,67.

Destaques/Atlético-MG: Ronaldinho Gaúcho vai para o jogo. O técnico Cuca deve poupar o meia Bernard, indo a campo com 3 voltantes. A provável escalação do galo deverá ter Giovanni; Marcos Rocha, Réver, Rafael Marques e Júnior César; Pierre,  Richarlyson e Leandro Donizete; Ronaldinho Gaúcho e Danilinho; Jô.

Ex-palmeirenses no Atlético-MG: o volante Pierre e o ex-jogador Cuca.

Palpite IPE: 2×1, gols de Barcos e Henrique.

Última vitória no local do jogo: no Pacaembu, foi em 2010, pela Copa Sul-Americana – 2×0 – gols de Luan e Marcos Assunção.

Última derrota no local do jogo: faz tempo! A última vez que fomos derrotados pelo Galo no Pacaembu foi pelo BR-74 – 1×2 – gols de Marcelo e Fausto para o Atlético, com Jair Gonçalves descontando para o Palmeiras.

Histórico: a vantagem é toda verde.

GERAL BRASILEIRO
J V E D GP GC J V E D GP GC
65 36 10 19 98 70 40 22 5 13 52 42

O IPE se lembra: pelo Brasileiro do ano passado, o Palmeiras recebeu o Atlético no Canindé e não decepcionou a torcida – 3×2 – gols de Assunção, Luan e Patrik.

Read Full Post »

 

Alguém aí ficou surpreso?

Ceará e Atlético Paranaense. Amigo leitor, são apenas esses dois times que nos interessam no resto do Campeonato Brasileiro; como até a vaga para a Sul-Americana deve ficar pelo caminho, ficaremos no lucro em permanecer na Série A. E, nesse sentido, a rodada foi incrivelmente boa. Como é inócuo torcer pelo bando que traja verde (e que ao menos ontem resolveu apanhar de branco), temos somente que secar.

Ceará e Atlético Paranaense, repetimos. América e Avaí já parecem ser incapazes de nos alcançar, enquanto que a diferença que temos para Bahia, Atlético-MG e Cruzeiro é pouco confortável (ainda que os celestes consigam fazer um segundo turno ainda pior que o nosso). Por isso, parece claro que nossa permanência depende do insucesso do Vozão e do Furacão. Lamentavelmente, ambos ainda enfrentam nosso arquirrival, o que nos deixa numa situação em que qualquer resultado terá um componente ruim, mas vamos ver o que cada um deles ainda tem pela frente:

Ceará: Avaí (f), Santos (c), Corinthians (c), Grêmio (f), Cruzeiro (c), Bahia (f)

Atlético-PR: Atlético-GO (c), Corinthians (f), São Paulo (c), Cruzeiro (f), América (f), Coritiba (c)

Temos nove pontos de vantagem para os cearenses e dez para os rubronegros, mas perderíamos no critério de desempate para ambos. Assim, na prática considerem como se tivéssemos meio ponto a menos que nossos 41, é um bom jeito de fazer as contas. Também é claro que, eventualmente, o Palmeiras ainda pode conquistar algum ponto, mas melhor não confiar nisso.

Creio que o Ceará não consegue fazer nove pontos na tabela que lhe resta (e, para conseguir, terá que bater o Cruzeiro, o que não é ruim para nós). Pode até somar algo em Florianópolis domingo – não acredito – mas não deve vencer nem o que lhe falta em casa. Terá que torcer para que na última rodada o Bahia já esteja salvo.

O Furacão, por sua vez, tem uma tabela melhor. Tem boa chance de vencer as duas próximas em casa, contra adversários já sem grande motivação, e seu último jogo fora só será dificultado por uma mala branca com cotas pagas por ao menos cinco clubes. Se o Coelho segurar ao menos um empate, uma derrota atleticana para o Corinthians, quem diria, deve nos salvar.

Vejam particularmente a 35ª rodada: enquanto recebemos o Vasco, possivelmente passaremos pela vergonha de ter que torcer para São Paulo e Corinthians conquistarem pontos. A que ponto chegamos, senhoras e senhores…

***

Ao jogo: atualmente, podemos dividir as partidas do Palmeiras em derrotas e vexames. Ontem, esbarramos na segunda categoria, mas no fim acabou sendo “apenas” mais um revés.

A partida naturalmente foi decidida no gol perdido por Fernandão. O clichê não perdoa, e quem não faz um gol daqueles merece tomar um – aliás, para mim estava claro que Neto Berola estava em posição normal ao ser lançado. Daí pra frente, o Palmeiras jogou como se já soubesse que não conseguiria reagir, e de fato foi o que ocorreu. Melhorou no nove contra onze, justamente porque sabia que não sairia daquele buraco. Correu um pouco, vá lá, mas esse elenco (e comissão, e diretoria, e…) já entra nitidamente derrotado antes de começar a partida. Pra completar, a estrela (cadente) do time resolve dar os pitis habituais contra a arbitragem, e além da reclamação resolveu bater. Lógico, Valdivia mereceu a expulsão – aliás, se o juiz quisesse podia ter nos deixado com oito, mas ele foi bondoso e poupou Cicinho.

Como curiosidade, apesar das reclamações e dos amarelos de praxe, não é costumeiro que o chileno acabe no chuveiro: ontem foi sua 137ª partida pelo clube, e seu segundo cartão vermelho; o outro fora pelo Brasileiro de 2007, contra o Vasco. Mas pelo menos era costumeiro que ele jogasse um pouco de bola. Ontem, ele deu o passe para Luan que depois resultou na chance grotescamente perdida por Fernandão, e só. Agora, mais duas semanas fora, e sabe-se lá em que condições voltará para as rodadas derradeiras. Para lembrar a bandeira de seu país, bem que o cartão vermelho podia vir acompanhado de um bilhete azul…

O problema das expulsões não é que elas tenham prejudicado a partida; já estava 0 a 2 mesmo. O duro é que já entramos mais uma vez esfacelados na próxima partida, e infelizmente ainda faltam rodadas demais para que o Coxa perceba que entregar a partida equivale a afundar seu grande rival…

O menos ruim ontem foi Thiago Heleno; em ambos os gols do Galo, considero que houve mais mérito dos adversários que erros grosseiros nossos. E foi só. Que Marcos Assunção volte logo para tentarmos os pontinhos que faltam. Sem ele, já se viu que a coisa não anda.

FICHA TÉCNICA

Competição: Brasileirão Série A (32ª Rodada)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique/RJ
Assistentes: Edinei Mascarenhas (RJ) e Marcos Peçanha (RJ)
Data/Hora: 30/10/2011, às 18h00
Cartões amarelos: Pierre e Daniel Carvalho (CAM); Valdívia e Cicinho (PAL);
Cartão vermelho: Maurício Ramos e Valdívia (PAL);
Gols: Neto Berola 36’ 1T e Filipe Souto 17’ 2T (CAM); Luan 39’ 2T (PAL);

ATLÉTICO/MG
Renan Ribeiro; Carlos César (Serginho), Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Fillipe Souto, Pierre, Daniel Carvalho (Magno Alves) e Bernard; Neto Berola (Richarlyson) e André.
Técnico: Cuca.

PALMEIRAS
Deola; Cicinho, Thiago Heleno, Maurício Ramos e Rivaldo; Chico, Márcio Araújo (João Vítor), Valdívia e Tinga (Maikon Leite); Fernandão (Vinícius) e Luan.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Read Full Post »

Respirando aliviado depois dos resultados dos jogos de ontem, o Palmeiras entra campo para tentar se livrar de uma vez por todas do fantasma do rebaixamento. O adversário também está ameaçado, portanto trata-se de uma decisão.

Horário e local: domingo, 30/10, às 18:00, na Arena do Jacaré  (PPV)

Árbitro: será o flamenguista Macelo de Lima Henrique (RJ). A CBF adora provocar os torcedores. Ano passado foi ele quem apitou o polêmico joga contra o mesmo Atl-MG, pela Copa SA. Eis o histórico:

2011: 1×1 Atl-PR (f, BR);

2010: 1×1 Atlético-MG (f, Copa SA), 2×1 Atlético-MG (f, BR), 1×0 Atlético-PR (c, CBr)

2009: 4×0 Goiás (c), 2×2 Avaí (c), 1×0 Santo André (c, BR)

2008: 3×0 Vitória (c), 2×1 Inter (c)

2007: 0×0 América-RN (f), 2×1 Atlético-MG (f)

Situação na tabela: o Palmeiras é o décimo terceiro, com 41 pontos. O Atlético é o primeiro fora da zona da degola, com 33.

Nesse momento, em 2010: o Palmeiras se mantinha “heroicamente” na décima posição e ali ficaria até o fim do certame.

Desfalques: Marcos sem condições de jogo, Kleber afastado, Assunção lesionado e Ricardo Bueno impedido contratualmente.

Pendurados: Valdivia, Rivaldo, Tinga e Chico. Próxima partida: Coritiba (casa).

Palpite IPE: Deola; Cicinho, TH, Henrique e Rivaldo; Chico, M.Araújo, Valdivia e Luan; Maykon Leite e Fernandão.

Ex-palmeirenses no Atl-MG: Leandro, Leonardo Silva e Pierre.

Destaques/Atl-MG: Com os desfalques dos atacantes Guilherme e Mancini, o galo pagou a multa para ter Pierre em campo. O técnico Cuca deve ir a campo com Renan Ribeiro; Carlos Cesar, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Bernard e Daniel Carvalho; Neto Berola e André.

Último confronto: no turno, vitória por 3×2.

Última derrota no local do jogo: o Palmeiras não perde do Atlético em Minas há quase 10 anos (medo!) A última derrota foi em 2001 – 2×1 (Marques, Alexandre; Flávio)

Última vitória no local do jogo: Foi ano passado, pelo brasileiro, e com arbitragem do mesmo Marcelo de Lima Henrique: 2×1.

Histórico: vantagem toda alviverde.

GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO
J V E D GP GC J V E D GP GC
 66 36 10 18 97 67 44 25 5 14 60 47

O IPE se lembra: pelo jogo de volta da semi-final da Copa Mercosul de 2000, o Palmeiras foi ao Mineirão e confirmou a vaga para a finalíssima – 2×0 – gols de Tuta e Juninho. Abaixo, a ficha deste jogo.

28/11/2000 – ATLÉTICO-MG 0 X 2 PALMEIRAS-SP – COPA MERCOSUL
Estádio Governador Magalhães Pinto – Mineirão – Belo Horizonte / MG – Brasil – Horário: 21h40 – Público: 19.962 pagantes
Árbitro: Oscar Roberto Godói (SP) – Assistentes: Jorge Paulo Oliveira, Milton O.do Santos
Atlético (Belo Horizonte/MG): Velloso, Bruno, Cápria, Cláudico Caçapa, Mancini (André), Valdir, Clêisson, Caíco, Ramón, Guilherme, Marques – Técnico: Nedo
Palmeiras (São Paulo/SP): Sérgio, Arce, Paulo Turra, Gilmar (Tiago Matias), Tiago Silva (Neném), Galeano, Magrão, Rodrigo Taddei, Flávio, Basílio (Juninho), Tuta – Técnico: Marco Aurélio
Cartões amarelos: Bruno, Cápria, Clêisson (Atlético) – Arce, Tiago Silva, Rodrigo Taddei, Flávio (Palmeiras) – cartão vermelho: Caíco (Atlético)
Gols: Tuta (Palmeiras), 1 min, Juninho (Palmeiras), 41 min segundo tempo

Read Full Post »

Golaço-aço-aço

Em mais uma partida disputada no Canindé (te cuida Arena), o Verdão conseguiu os três pontos batendo o Atlético-MG por 3×2. A vitória manteve o time na 4ª colocação no BR2011, empatado em 25 pontos com o inimigo São Paulo. O próximo adversário (3/8) é o Coritiba em Curitiba (sai zica), em um mês que terá nove (isso mesmo, NOVE) jogos palestrinos. Vale ressaltar que em 8 partidas na Casa Portuguesa Com Certeza o Palmeiras venceu as oito, marcou vinte vezes e sofreu apenas dois gols, exatamente os deste sábado.

O jogo foi bom com diversas oportunidades de parte a parte, com o gramado escorregadio e muitos tombos – Maikon Leite que o diga, algumas faltas foram acontecendo no início, em uma delas, logo aos 14′, entrou em ação o canhão certeiro de Marcos Assunção, golaço, no ângulo. Saída de bola do Atlético-MG, vacilo de Luan, tabelinha no meio da defesa alviverde e gol do Galo, menos de 1 minuto depois. O primeiro tempo acabou empatado.

Na segunda metade o Palmeiras foi para cima e conseguiu o segundo gol cedo: aos 16′ depois de bola alçada por Marcos Assunção, Luan pegou a sobra e mandou com força, de pé direito, 2×1. O gol foi a senha para o Atlético ir para o ataque, Dorival Júnior mandou 3 alterações seguidas e o jogo ficou aberto, então, mais uma vez, apareceu Luan e fez uma boa jogada pela esquerda, centrou rasteiro e Valdívia se enrolou todo com os zagueiros, na sobra Patrik mandou pro fundo do gol. 3×1, saída de bola do Atlético, lançamento longo pra direita e Neto Berola ‘achou’ um cruzamento para gol de cabeça de Wesley, novamente menos de 1 minuto depois do gol Palmeirense… abre o olho defesa! Felipão ainda foi expulso pelo juiz corintiano Sandro Meira Ricci. Fim de jogo e 3 pontos no caixa.

Confira os melhores momentos do jogo:

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 3 X 2 ATLÉTICO-MG
Deola, Cicinho, Thiago Heleno, Maurício Ramos e Gerley; João Vitor, Marcos Assunção, Valdivia e Luan; Maikon Leite (Patrik) e Dinei. Giovanni, Leonardo Silva, Lima e Werley; Patric, Richarlyson, Serginho (Neto Berola), Caio e Eron; Jonatas Obina (André) e Magno Alves (Wesley).
Técnico: Luiz Felipe Scolari Técnico: Dorival Júnior
Gols: Marcos Assunção, aos 14, Magno Alves, aos 15 do primeiro tempo; Luan, aos 16, Patrik, aos 35, e Wesley, aos 36 do segundo tempo
Cartões amarelos: João Vitor (PAL); Serginho (CAM)
Estádio: Canindé, em São Paulo (SP). Data: 30/7/2011. Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF). Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Fábio Pereira (TO).Público: 9.983 pagantes. Renda: R$ 259.500,00

Read Full Post »

Após conquistar a primeira vitória fora de casa, a equipe de Felipão recebe o galo mineiro tentando embalar na competição e se aproximar dos líderes. Vamos às informações da partida:

Horário e local: sábado (30/07), às 21:00 (sim, você não está louco!), no Canindé (PPV).

Árbitro: será Sandro Meira Ricci (DF), cujo histórico não é animador:

2010 – 1×1 Goiás (f); 0×1 Atl-GO (f – CB)

2009 – 3×1 Atl-MG (c); 0×2 Flamengo (c); 2×3 Vitória (f)

Situação na tabela: o Palmeiras está em quarto, e o Atlético em décimo terceiro.

Nesse momento, em 2010: em décimo primeiro, o Palmeiras foi à Goiânia e, com um empate por 1×1 contra o Goiás, terminou a rodada em décimo terceiro.

Desfalques: Márcio Araújo e Kleber suspensos. Marcos é dúvida.

Pendurados: Thiago Heleno, Maikon Leite, Wellington Paulista, Maurício Ramos, Marcos Assunção, Luan e Patrik.

Próxima partida: Coritiba (fora)

Palpite IPE: Deola; Cicinho, Thiago Heleno, M.Ramos e Gerley; Chico, Assunção e Valdivia; Maikon Leite, Wellington Paulista e Luan.

Destaques/Atlético-MG: o técnico Dorival Jr. terá os desfalques dos suspensos Toró e Dudu Cearense, mas em compensação terá a volta dos zagueiros Réver e Leonardo Silva, e também a volta do volante Serginho. A provável escalação deverá ser Giovanni; Patric, Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos; Richarlyson, Serginho, Mancini e Daniel Carvalho; Magno Alves e Jonatas Obina.

Último confronto no local do jogo: Palmeiras e Atlético se enfrentam no Canindé apenas uma vez na história, há 27 anos! Em 22/04/1984, pelo Torneio Heleno Nunes, o Atlético venceu por 2×1 (Formiga (2); Jorginho).

Última vitória em SP: foi pela Copa Sul-Americana 2010 – 2×0 – (Marcos Assunção e Luan).

Última derrota em SP: foi no interior do estado, mas também vale. Pelo BR-2010, cumprindo tabela, o Palmeiras perdeu para o Atlético por 2×0, no estádio Fonte Luminosa.

Histórico: a vantagem é verde!

GERAL   CAMPEONATO BRASILEIRO
J V E D GP GC   J V E D GP GC
 65 35 10 18 94 66   43 24 5 14 57 45

O IPE se lembra: em 30/10/2005 o Palmeiras foi ao Mineirão e voltou com os 3 pontos – 3×1 – gols de Washington (2) e Correa.

Read Full Post »

Acaba, campeonato...

Em mais uma partida que serviu para testar jogadores – a estreia do dia foi o volante Fernando – o Palmeiras pela primeira vez no campeonato emendou derrotas consecutivas.

Por circunstâncias diversas, ninguém da equipe do IPE pôde assistir ao jogo. Se você viu, a caixa de comentários é sua!

Palmeiras 0 x 2 Atlético-MG

Local: Arena Fonte Luminosa, Araraquara-SP
Árbitro: Márcio Chagas da Silva-RS
Auxiliares: Roberto Braatz-PR (Fifa) e José Antônio Chaves Franco-RS
Cartões amarelos: Vitor, Fabrício e Patrick (Palmeiras); Lima, Zé Luis e Neto Berola (Atlético-MG). Cartão vermelho: Gualberto

Gols: Diego Souza, aos 30’/1T e Neto Berola, aos 33’/2T (Atlético-MG)

Palmeiras
Bruno; Gualberto, Leandro Amaro, Fabrício; Vitor, Pierre, Fernando (Jean), Patrick e Rivaldo (Luis Felipe); Dinei e Ewerthon (Vinicius)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Atlético-MG
Renan Ribeiro; Rafael Cruz, Werley, Lima e Leandro; Zé Luís, Serginho, Renan Oliveira e Diego Souza (Ricardinho); Diego Tardelli (Neto Berola) e Obina.
Técnico: Dorival Júnior

Read Full Post »

Cumprindo tabela, punido pelo STJD com a perda de mando e com as atenções totalmente voltadas para a Copa Sul-Americana: É assim que o Palmeiras vai a campo na Rodada 36 contra o desesperado Atlético-MG, que luta contra o rebaixamento. Confira a seguir os detalhes da partida:

Horário e local: Domingo, 21/11, às 17:00, no Estádio Fonte Luminosa (Araraquara).

Árbitro: o apito ficará por conta de Márcio Chagas da Silva (RS). Quem perdeu o sorteio foi José de Caldas Souza (DF). É a segunda vez que este árbitro apita jogos do Palmeiras. A primeira vez foi no primeiro turno do Brasileiro-2010: 1×1 Fluminense (fora)

Desfalques: Valdivia e Marcos, lesionados, e Danilo, expulso, estão fora.

Pendurados: Deola, Fabrício, Edinho, Patrik e Luan. Próximo jogo: Fluminense (“casa”).

Palpite IPE: o Palmeiras, mais uma vez poupando seus titulares, entra em campo com Bruno; L. Amaro, Fabrício e M. Ramos; Luís Felipe, Pierre, Bruno Turco, Vítor e Patrik; Ewerthon e Dinei.

Destaques/Atl-MG: a tendência é que a equipe seja a mesma que goleou o Flamengo na última rodada. A única dúvida está no meio campo, entre Zé Carlos e Fabiano.

Último confronto no local do jogo: será a primeira vez na história que as equipes se enfrentam em Araraquara.

Última vitória em SP: foi o 2×0 da semana passada, no jogo de volta das quartas de final da Sul-Americana. Gols de Assunção e Luan.

Última derrota em SP: foi um 3×1, pela última rodada do Brasileiro-2007 (Edmundo; Eder Luiz, Marinho e Eduardo).

Histórico: o Palmeiras tem ampla vantagem nos confrontos.

GERAL CAMPEONATO BRASILEIRO
J V E D GP GC J V E D GP GC
65 35 10 17 94 64 37 21 5 11 48 36

O IPE se lembra: pela copa do Brasil de 1996, um passeio de 5×0 em cima de Taffarel e cia selou nossa passagem às quartas-de-final do torneio. E você? Tem alguma lembrança dos confrontos contra ao galo? Deixe seu comentário!

Read Full Post »

Older Posts »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores